13 de jan de 2010

Palavras de uma autor que amo, Amós Oz

“Uma vez, quando eu tinha uns sete ou oito anos de idade (...) minha mãe me disse que embora os livros possam mudar ao longo dos anos, assim como as pessoas, a diferença está em que, enquanto as pessoas sempre nos abandonam quando percebem que não podem mais obter nenhuma vantagem, prazer, interesse ou pelo menos um bom momento de nós, um livro nunca vai nos abandonar. Você com certeza vai abandoná-los, algumas vezes por muitos anos, ou até para sempre. Mas eles, os livros, mesmo traídos, nunca vão lhe dar as costas: vão continuar esperando por você silenciosa e humildemente nas suas prateleiras. Eles nos esperam até por dezenas de anos. Não se queixam. Até que numa noite, quando de repente você vier a precisar de um deles, mesmo que seja às três da madrugada, e mesmo que seja um livro que você tenha desprezado e quase apagado de seu coração por muitos e muitos anos, ele não vai decepcioná-lo – descerá da prateleira e virá conviver com você num momento difícil. Não fará contas, não inventará desculpas e não se perguntará se vale a pena, se ele merece, se você merece, se você ainda tem algo a ver com ele, mas virá a você no momento em que você pedir. Jamais vai trair você.” *

Por isso gosto tanto de livros. Por isso escrevo.

 *Trecho do livro De amor e trevas  (2002) – autobiografia do escritor israelense Amós Oz

43 comentários:

  1. Lembrei da teoria dos livros, tem um pouco haver. Sempre que posso dou uma lida em algum livro, releio algo qu possa realmente me ajudar! Como o seu livro!

    ResponderExcluir
  2. Não é curioso pensar que a criatura supera o criador?Explico: os livros são mais tolerantes, generosos que os humanos.Resguardam suas opiniões até que as peçamos!

    ResponderExcluir
  3. Bem lembrado Antônio, a teoria dos livros...

    E Olgah!, concordo totalmente.

    ResponderExcluir
  4. Val, já li um livro desse autor. Ele escreve muito bem!
    beijos

    ResponderExcluir
  5. Confesso q nao conhecia esse autor, procurarei a respeito dele. Adorei o que ele disse e realmente é pura verdade, livros não esperam nada de nós em troca e mesmo q reclamemos deles em algum momento, sempre estará pronto para nos atender e nos fazer viajar na hora certa!!
    Quem lê viaja!! Amoooo

    ResponderExcluir
  6. Os livros dele que mais gosto são:
    A caixa preta, Fima, Não diga noite, O mesmo mar e Sumri.

    ResponderExcluir
  7. ahhh brigadinha pelas dicas val, assim q der estarei procurando para conhecer melho o autor..bjusss

    ResponderExcluir
  8. Valéria, eu peço desculpas mas o link do orkut me direcionou para o meu próprio. Descobri seu blog no google enquanto postava no meu perfil do orkut fotos de autores, músicos, cineastas e pensadores que influenciaram fortemente a mim e minha forma de ver o mundo. Te li aos 13 anos e seu livro foi o primeiro a "mudar minha vida". Sei que isto é piegas e vc já deve ter ouvido mais de uma vez, mas é a mais pura verdade. Não sei se pode imaginar o tamanho da emoção com que te escrevo agora.

    Rafaela Zampier

    ResponderExcluir
  9. Ola, não sei se vai lembrar de mim, mas eu já fiz você quando a um tempo atrás estavam tentando montar uma peça do "depois daquela viagem", queria saber se a montagem rolou em algum lugar, tava super a fim de fazer...
    bjinhos
    Muito bom te achar por aqui, uma delícia te ler de novo...

    ResponderExcluir
  10. Valéria, sou uma grande fã dos seus livros. Achei o seu blog maravilhoso, e estou seguindo. Meu blog é este:http://www.anoteumaideia.blogspot. Adoro escrever, embora seja ainda principiante.
    Admiro muito o seu trabalho. Beijos, Polyana Sales (:

    ResponderExcluir
  11. Eu iria comentar aqui as mesmas palavras que a Rafaela, ali em cima...
    Li "Depois Daquela Viagem" e ele foi o primeiro livro que me "chocou" realmente, me acordou pra realidade... e desde então já se passaram quase 5 anos, e eu sempre tive muita curiosidade de saber notícias tuas, Valéria!
    O link do teu perfil do Orkut está trocado... se for possível, me procure por lá. Adoraria conversar contigo.

    Paula Junqueira

    ResponderExcluir
  12. Olá Valéria, meu nome é Marcilia acabei de ler o seu livro "Depois Daquela Viagem" adorei!!!
    você é uma ótima profissional confesso que estou com os olhos vermelhos de tanto chorar assim que cheguei ao capitulo 12 não consegui segurar as lágrimas você é uma guerreira, te desejo uma boa tarde, felicidades e muuuuuuuuuuuuuuuuuitos anos de vida!!!

    ResponderExcluir
  13. Valéria, acabo de ler seu livro pela 3º vez...estou muito feliz de ter encontrado seu blog.Adoro seu trabalho...Ah me tornei seguidora sua ta?! Um abraço bem quente, direto de Teresina-PI.

    ResponderExcluir
  14. oi valeria tudo bom...quero dizer que eu ameeei seu livro depois daquela viagem foi show de bola....amei mesmo....tbm gostei mto de vc!
    um bjão de seu fã victor!
    pode me escrever se quiser meu e-mail é : victorpegoraro2009@hotmail.com
    obg

    ResponderExcluir
  15. Olá Valéria! Primeiramente, quero dizer que adoro seu trabalho. Parabéns pela sua garra!
    Desde que li o seu livro, em 2005, eu tenho uma curiosidade...
    Você já pensou em ser mãe? Tenho essa curiosidade porque já li sobre pessoas com o vírus HIV terem filhos, e os mesmos nascerem sem o vírus. Isso é realmente possível?
    Novamente, parabéns pelo seu trabalho!
    Que Deus te abençõe cada dia mais! =)
    Bjos!

    Fernanda Ramos
    ramos_nanda@hotmail.com

    ResponderExcluir
  16. Olá Val!! Amei este texto... realmente, um livro pode ser nosso amigo em qualquer hora. Só fiquei curiosa pra saber a tal "teoria do livro", qual é? Acho que isto te daria outro post, o que acha? rs... beijos!

    ResponderExcluir
  17. meu nome geovana!
    oi val! acho que posso te chamar assim ,afinal parece que te conheço de anos ,li seu livro acabei hoje ,adorei ver como vc fez a diferença , vc é uma pessoa muito forte , nao sei se faria o mesmo! acho vc linda prabens pela sua força me fez ver como a vida é linda e que vale a pena viver, viver pra mim e para os outros ,sus familia esta de parabens mesmo tempo que encarar a morte de frente viram que vc é muito forte e a sua força fez com que eles tbm fossem . mil beijo !

    ResponderExcluir
  18. Querida Valéria,
    Gostaria de agradecer a você de todo o meu coração pela sua coragem de expor que é portadora do HIV. Sou um rapaz de 30 anos, namoro um outro rapaz numa relação sorodiscordante e me descobri portador do HIV há 7 meses e a minha vida mudou. Eu procurei muitas informações na internet e cheguei até o seu livro. Infelizmente ainda não pude comprar uma edição pois estou desempregado, mas assim que eu puder, irei comprar e ler cada trecho com gosto. A sua história de convivência com o HIV é um motivo que me dá mais esperança a continuar a viver e continuar me cuidando. Ainda não estou tomando ARV's, mas estou fazendo acompanhamento de 4/4 meses controlando a carga viral e o CD4. Fora isso tenho consultas regulares com infectologista, nutricionista, endocrinologista, dermatologista, pneumologista e psicólogo, pois acho que profissionais que sempre estarão me acompanhando e orientando para viver uma vida melhor com HIV. É isso, agradeço mais uma vez por sua história me dar mais motivação a viver com o HIV, pq eu não deixarei de viver por conta de ser Soropositivo, mas aprendi que estou vivendo melhor e como viver sempre melhor. Um beijo no seu coração e muito sucesso para vc.

    ResponderExcluir
  19. Oi Valéria, faz tempo que eu participo da sua comunidade e que li seu livro, hoje fazendo uma limpeza nas minhas comunidades (muitas mudaram de nome e eu nem sabia o que estava "seguindo", rs) decidi dar uma passadinha lá e ver os comentários. Vi uns comentários infelizes.. até me manifestei a respeito, mas vi também o link para o seu depoimento na novela, chorei um monte! =) rs.
    Quando eu tinha dezesseis anos, hoje estou com quase 25, retirei seu livro para ler na biblioteca da escola, a bibliotecária arregalou os dois olhos e disse que o livro não era apropriado pra mim, porque falava de sexo (ela disse isso como se eu não soubesse do que o livro falava), eu disse: "Eu sei, sem problemas, vou levar mesmo assim!". Preciso dizer o tipo de tratamento que eu recebi dia após dia naquela biblioteca? O preconceito é um dos piores, se não o pior bloqueios para conseguirmos mudar as coisas. Porque na cabeça preconceituosa e limitada da bibliotecária, ela não conseguiu perceber que a sua história de vida de alguma forma poderia fazer diferença na minha, o que realmente fez. E o que mais me toca em relação a sua história, é ver o quanto você já conquistou e quanta diferença você já promoveu em várias vidas, mesmo lidando com uma doença grave diáriamente e quão pouco pessoas com muito mais idade e mais saúde o fizeram e pretendem fazer. Você sem dúvida é um presente de Deus! Felicidades! Beijo grande!

    ResponderExcluir
  20. Definitivamente lindo.

    "O livro é uma extensão da memória e da imaginação ........ a leitura é uma forma de felicidade"

    Nele busco ausência de um conjunto de coisas.

    Ler e aprender. É DEMAIS.


    :)

    ResponderExcluir
  21. Oi!!!
    Eu e minhas amigas lemos o seu livro para um trabalho de escola e ADORAMOS!
    Sua força de vontade, experiência de vida e luta para continuar vivendo nos cativou e emocionou.
    Ainda vamos apresentar o trabalho e espero que possamos passar todo o sentimento e aprendizado para nossos colegas.

    Obrigada por tê-lo escrito!

    ResponderExcluir
  22. Amei o texto, muito bom!
    Valéria eu li o "Depois daquela Viagem" faz uns dias e fiquei muito, muito curiosa se você reencontrou aguma amizade que fez lá do E.U.A durante o curso de Inglês, desculpa a pergunta só tô curiosa, ahh amei o livro eu li em 2 dias, não consseguia parar de ler, fiquei o feriado e sábado o dia todo dentro do meu quarto lendo.Achei ótimo a minha escola ter escolhido este livro pra prova, acho que eu vo tirar 10, háhá, amei messmo, beijos

    ResponderExcluir
  23. Eu também gosto tanto de livros. E que bom que você gosta de escrever e publica os seus escritos. Li recentemente o seu livro "Depois daquela viagem". Apesar de ter quase a sua idade, somente agora que tive o privilégio de conhecer a sua história. Cheguei a pensar assim: "Por que demorou tanto para saber de sua existência? Logo eu que gosto muito de livros!" Talvez seja por conta de muitos livros que ainda desejo ler. Foi graças a um amigo que numa conversa citou a sua história. Assim, abandonado e silencioso, o seu livro saiu da prateleira de meu amigo e chegou em minhas mãos. E ao abrir, entrei no seu mundo. De abandonado, encontrou o meu carinho. De silencioso, encontrou alguém para falar. Obrigada por contar a sua história! Quando terminei a leitura, pensei: "Será que a Valéria tem um blog?" Tem! Assim como eu. E aqui estou lendo os seus escritos e aguardando seus novos textos. Um abraço.

    ResponderExcluir
  24. Olá Valéria amei de paixão o seu livro, eu estou lendo ele pela, segunda vez!!! a primeira vez que eu li, chorei muito eu tinha uma tia que tinha HIV, tbm mas se entregou facilmente ela ñ queria mas viver, a familia so descobriu que ela estava doente depois que ela faleceu faz alguns meses que aconteceu isso..Fiquei muito triste! por isso msm sem te conhecer eu te admiro muito o seu exemplo de vida Parabéns por tds os seus trabalhos, vc e uma guerreira. DEUS te proteja sempre. bjsss.

    ResponderExcluir
  25. OLÁ VALÉRIA, EU JÁ CONHECIA A SUA HISTÓRIA E ULTIMAMENTE ALGUNS ALUNOS TÊM PEDIDO PELOS SEUS LIVROS AQUI NA SALA DE LEITURA (EE PROFª MARIA DA CONCEIÇÃO MOURA BRANCO). DESCOBRI QUE UMA PROFª INDICOU O "DEPOIS DAQUELA VIAGEM". FIQUEI CURIOSA E CHEGUEI ATÉ SEU BLOG. PARABÉNS PELO SEU TRABALHO E PELA SUPERAÇÃO.
    AGORA VOU "CORRER ATRÁS" DOS SEUS LIVROS!!!
    BEIJINHOS ISABEL CRISTINA

    ResponderExcluir
  26. Olá Val simplismente amei o seu livro, ele me mostrou que a vida continua e que o tempo ñ para para q concertemos os nossos problemas...você é um exemplo de superação para todos...
    Um abraço

    ResponderExcluir
  27. Valéria, meu nome é Mônica, e o primeiro livro que eu li foi "Depois Daquela Viagem", meu avô trabalhava na Editora Ática e trazia de lá muitos livros, um dia quando tinha uns 11 anos fui mexer na estante de livros na casa dos meus avós e encontrei o seu, li e me apaixonei, hoje sou uma leitora assídua e isso se deve muito ao seu livro que continua a ser um dos meus favoritos, já o li e reli várias vezes. Queria saber como você está. Muitos beijos e obrigado por tudo.

    ResponderExcluir
  28. Oiii Valéria!!! O primeiro livro que li na vida foi o seu: DEPOIS DAQUELA VIAJEM.
    E isso ficou marcante, nunca mais esqueci e já indiquei este livro para muitas pessoas, inclusive, para o maior pesquisador sobre o assunto em SC na área de Saúde Pública: Benedito Carlos Cordeiro, hoje, no RJ. Também amou o seu livro e disse indicar para milhares dos seus alunos.
    Gostaria de saber como vc está atualmente, se vive bem, se está muito magra, se teve filhos... tuuuudo! Li o seu livro quando criança, hoje tenho 21 anos e sou farmacêutica bioquímica recém-formada.
    Sempre tive muita curiosidade de saber a evolução de sua história. Não se passa um mês de todos estes anos que não lembre de vc. Li o livro na década de 90... acho que foi 96 ou 97, não lembro.
    Um grande beijo, Mila.

    milavenier@hotmail.com

    ResponderExcluir
  29. Ola adoro livros que contão histórias de vida real.
    Acabamos aprendendo muito com as pessoas.
    Fui indicada a ler o seu livro e não me arrependo.
    Muito bom indicarei sempre,belo exemplo de superação.Sou bibliotecária e como tal,falo para os alunos da importância da prevenção, não só na sexualidade mas como em tudo.Tudo na vida deve ser planejado.Para ser superado.parabéns.

    ResponderExcluir
  30. noosssa, é impressionante o livro depois da quela viagem. Esse livro muda a mentalidade de muitas pessoas que convivem ou não com o HIV, e mostra que realmente devemos saber como tratar pessoas que a tenham.

    recomendo pada todos que nesta terra vivem
    EDVALDO profesor, biólogo,e admirador da valéria

    ResponderExcluir
  31. Olá a todos!
    Como todos aqui, fiz questao de deixar um comentário e parabenizar a nossa Querida Val pela força e emprenho diante te grandes desafios!
    Me chamo Micheli, tenho 20anos, moradora de Diadema/São Paulo, acabei de ler o livro (Depois daquela viajem),indicado por uma amiga da faculdade. Li, gostei e me envolvi com a sua história Valéria! Tanto que ao ler a ultima página, no dia seguinte fiz questão de "te procurar" pela net.
    Gostaria Muito de saber mais sobre voce! você é realmente uma guerreira, embora seja um tanto quanto muito expressiva de seus sentimentos (pelo que pude perceber no livro..rs). Muitas e tantas coisas gostaria de falar, mas enfim...
    Caso voce venha palestrar por SAO PAULO, avise-nos pelo seu blog.

    Cardie Diem !

    Bjos.
    michelisansil@bol.com.br

    ResponderExcluir
  32. OI VALERIA ACABEI DE LER SEU LIVRO (DEPOIS DAQUELA VIAGEM) PEGUEI EMPRESTADO NA ESCOLA DO MEU FILHO AQUI NA AFRICA ACHEI TAO INTERRESANTE QUE LI TODO NUM SO DIA,GERALMENTE DEMORO PRA TERMINAR MINHAS LEITURAS E AS VEZES ATE AS ABANDONO,PARABENS
    QUE O SENHOR JESUS TE ABENÇOE.
    PAULA

    ResponderExcluir
  33. Ainda me lembro bem quando em 1998 professora nos alertou sobre sua ida a nossa escola. Auditorio lotado, todos com o livro na mao e vc no centro nos passando ondas de energia, amor e coscientizacao. No final autografou meu livro e me olhou nos olhos por um segundo, sorriu de uma forma linda e me fez sentir especial, fazia isso com cada um dos estudantes e sabia de verdade que o anjo especial enviado por Deus era vc, Valeria. Depois de tanto tempo ainda a tenho em meu coracao com muito Amor, o mesmo amor q brotou quando me olhou nos olhos quando eu ainda tinha 17. E, quando um dia tiver sorte de te encontrar novamente nao perderei a chance de te dar um abraco de rodar e te encher de beijinhos...sua fofinha linda.

    BRUNO, 29 anos.
    Dublin-Irlanda
    bsurfacing@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  34. Que depoimento mais lindo, Bruno!
    Fiquei até emocionada. Bom saber notícias dos meus leitores que já estão crescidos.
    Mil beijos

    ResponderExcluir
  35. Oi Val...
    Acabei de ler seu livro "Depois daquela viagem" (Por sinal, comecei a lê-lo hoje de manhã e não consegui parar mais). Me emocionei... Que exemp0lo de superação vc nos dá. Obrigada por essa obra de arte.
    Beijos e muita vida pela frente.

    ResponderExcluir
  36. ola Valeria,conheci sua historia desde 98 ,e realmente e incrivel sua atitude e determinaçao,vc nao olhou para circuntancias,e fez disso uma nova historia,olha querida passei por uma situaçao meio parecida com a sua,e me identifico com vc demais,parece k lhe conheço a anos nunca li seu livro,nem sabia k voce tinha publicado outros,mas sempre orei pela sua vida ,sua saude para k nosso Pai k e maravilhoso cuidasse de vc com todo amor k so ele tem para nos dar,o amor de Deus e incondicional ,fiquei feliz ao encontrar vc atraves da net.Jesus ama voce continue essa guerreira perseverando em resgatar muitas vida vc e uma missionaria com certeza,bjs.

    ResponderExcluir
  37. ola valeria k bom saber k vc continua uma mulher guerreira,e missionaria de bom gosto,nunca esqueço seu lindo testemunho ,lembro de vc em m oraçoes para k Deus continue lhe abençoando mais e mais,bjs.

    ResponderExcluir
  38. Valéria você é o maximo amo seus livros e textos, sou sua fã te admiro muito pela sua coragem e força!!! parabéns vc é uma vencedora.

    ResponderExcluir
  39. Valéria, gostariamos de um contato seu para uma palestra no nosso colégio em Florianópolis/SC.
    Sou professora de português e adotei o seu livro no 9º ano. Meu e-mail é: maristela.kowalski@hotmail.com
    Aguardo,
    Att. Maristela.

    ResponderExcluir
  40. Valéria, estou encantada com a sua história, meus netos estão fazendo um trabalho escolar sobre ele, aproveitei e estou lendo também. Parabéns, garota pela sua garra, pela sua coragem e por nos dar essa lição de vida.
    Continue escrevendo!
    Naza Gouveia

    ResponderExcluir
  41. OLÁ VALÉRIA, EU LI O SEU LIVRO EU TINHA 16 ANOS, HOJE AOS 25 AINDA ME RECORDO DE CADA PALAVRA, DE TUDO QUE SENTIR, POIS A IMPRESSÃO É QUE EU ESTAVA JUNTO COM VOCÊ NAQUELES MOMENTOS.

    ResponderExcluir
  42. Diana dos Santos Lobo Vitorino3 de nov de 2011 09:18:00

    NOSSA VALERIA ESTOU ENCANTADA TERMINEI DE LER SEU LIVRO ONTEM, ADORO LER E CHEGUEI A TER UMA RAIVA DANADA DO SEU EX. VOCÊ É MARAVILHOSA. CONTINUE ASSIM. BEIJOS

    ResponderExcluir
  43. eu ANDREZA ESTOU LENDO AINDA SEU LIVRO E VEJO O QUANTO VC SE SUPEROU ,ACHO MUITO LINDO TODAS AS PESSOAS QUE SE SUPERAM SEJA SEMPRE ASSIM valeria bjss nunca desista de vc mesma *----*

    ResponderExcluir