23 de abr de 2014

Entrevista para a revista Claudia de abril



13 comentários:

  1. Valéria, vê só, quando li seu livro 'Depois daquela Viagem', eu tinha 13 anos. Hoje tenho 28 e todas as vezes, todas mesmo, com que me deparo com o livro eu releio em um dia. Me mudei e reencontrei sua história, me emocionei da mesma forma, ri da mesma forma, me indignei da mesma forma. Gostaria que soubesse o quanto você foi importante no início da minha adolescência e o quanto foi bom relê-lo agora. Me sinto exatamente como você. Estou eternamente em busca.

    ResponderExcluir
  2. Valéria, tua história segue emocionando, com teu texto cada dia melhor. Parabéns pelo depoimento!

    ResponderExcluir
  3. Valéria. Também li o seu livro quando iniciei minha adolescência e sempre me lembro de palavras suas em diversas situações da minha vida.
    É bom ter notícias de você e saber que a cada dia tem sido uma vitória e a prova de que Jesus tem te dado força para prosseguir. Um abraço!

    ResponderExcluir
  4. Valéria , sempre me recordo de quando vc disse a uma de suas amigas que seria uma grande responsabilidade escrever um livro sobre a AIDS e a resposta dela de que não escrever tambem seria uma grande responsabilidade. Pois é , o mundo precisa de histórias felizes , felizes como a sua Valéria. Queria muito um dia ter a oportunidade de dizer para você , olhando nos seus olhos : Obrigado Valéria , obrigado por ter escrito "Depois Daquela Viagem", um abraço bem apertado de um admirador seu !

    ResponderExcluir
  5. Bom, sou mais uma da lista que leu seu livro na adolescência, com 15 anos... lembro como se fosse hoje, em 1999, na oitava série, a professora de português passou o seu livro pra turma ler e eu simplesmente devorei-o... E atualmente estou estudando enfermagem, cheguei ao seu blog pois estou estudando sobre a AIDS e por um momento lembrei do seu livro, e tive curiosidade de saber notícias... e qual não foi minha satisfação em saber o quão bem sucedida você se tornou! Parabéns!

    ResponderExcluir
  6. Claudia, tambem li seu livro na adolescencia e me marcou tanto que até hoje tenho a edição de 1997 ainda guardada na minha casa. Mes passado um colega de trabalho veio me confidenciar que descobriu q era HIV positivo, sua historia passou como filme na minha cabeça. Lá fui eu, tirar a poeira do meu exemplar, e dar um google no seu nome pra saber como vc andava. Vou dar o livro de presente a ele, acho que vai ajuda-lo bastante. Seria pedir muito se vc pudesse escrever um email de encorajamento pra ele? Ele está tao desiludido, acho que vindo de uma pessoa como você, teria uma grande impacto! De qualquer forma, vou passar o link do blog. Obrigada!

    ResponderExcluir
  7. Val, bom saber notícias suas.Li na adolescência seu livro e adorei! Desejo muita força, saúde e esperanças para vc pessoa especial!bjos

    ResponderExcluir
  8. Querida Valéria, admiro muito você ! Gostaria muito de saber o seu email para poder te contar a minha história...acho que seria um "romance positivo"... quem sabe eu escreva num livro um dia e o primeiro exemplar vou enviar pra você !...

    ResponderExcluir
  9. Olá Valéria, espero que esta mensagem chegue até você. Sou Lizandra, trabalho na Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Temos um grupo de trabalho que se chama Comunidade Integrada na Ação do Conhecimento e trabalhamos com temas voltados à qualidade de vida. Todos os anos, nas proximidades do dia 01 de dezembro trabalhamos a temática HIV/AIDS. Para este ano, enquanto pensávamos na atividade que desenvolveríamos, uma das integrantes do grupo lembrou-se do seu livro "depois daquela viagem" e de sua história. Observamos que você dá palestras em escolas para adolescentes e pensamos que seria, para nós, uma honra tê-la conosco para uma fala alusiva a este tema. Caso queira e possa me passar seu e-mail para que possamos discutir esta possibilidade, ficarei muito grata.

    ResponderExcluir
  10. Olá, Lizandra, desde já agradeço o interesse pela palestra.
    Meu e-mail é: valeriapolizzi@yahoo.com

    ResponderExcluir
  11. Hi ms.Valeria.
    I'm Alexandra.
    I'm from Venezuela, and I finished of read your book.
    I admire you <3
    You're a really honest person, brave and a hero.
    You have not idea how much admire you.
    *Yo hablo español pero tuve miedo de hablar en español.*
    Bueno, me parece muy valiente que una persona haya tenido la valentia de escribir un libro.
    usted es una heroina, usted es una heroina porque con su libro a hecho del ''SIDA'' Un tema no tabu.
    Es simplemente... bueno es muy compleja, pero es una enfermedad, una enfermedad que la sociedad deberia aceptar, dejar de ser racistas y dejar de hacer prejuicios.
    Siento que, aunque yo no tenga Sida, tenemos la misma idea sobre la sociedad y sus prejuicios, me he sentido identificada con ciertas cosas dichas en su libro.
    La admiro mucho Señora Valeria.
    Con mucho cariño,Alexandra.
    PD: me encantaria que me respondiera, por favor.

    ResponderExcluir
  12. Quero dizer que devorei o seu livro em poucos dias.
    Muito obrigada por me proporcionar essa leitura.

    ResponderExcluir