27 de jul de 2014

Entrevista para a revista Contigo! (17/07)











10 comentários:

  1. Jamais conseguiria expressar em palavras a alegria em reencontra-la aqui, li seu livro em 1997, e recomendei a muitos amigos, sempre fui apaixonada por leitura e naquela época eu ajudava a minha professora preferida na sala de leitura da escola, então eu era a primeira a ver os livros novos que chegavam, e a primeira a ler. Seu livro me impactou demais, eu tinha apenas 12 anos, mas me fez enxergar o mundo de outra forma. Parabéns pelo livro, parabéns pela luta à vida e muito obrigada por continuar conosco. Beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá... Valéria!!!
    Satisfação em conseguir esse contato. Sou professora da sala de Leitura na E.E.Angelo Scarabucci em Franca-SP, e escrevo esse e-mail fala lhe contar que iremos realizar uma projeto com o livro "Depois daquela viagem". Já lhe enviamos alguns recadinhos no face mas não obtivemos uma resposta sua. Portanto hoje conseguimos localizar seu blog. Estamos na esperança de uma palavra sua para mencionarmos a nossa comunidade escolar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carla, fico muito feliz em saber que vão trabalhar com o livro. Espero que gostem! Força e bom trabalho com a garotada! Abraços a todos.

      Excluir
  3. É com enorme satisfação que eu venho até aqui , e descubro que você está viva. O seu livro, a sua história , é um grande exemplo de superação de vida , aprendi bastante depois que li ele , não a nada e nem doença nenhuma que com amigos e família , agente consiga superar! T e admiro muito pela sua coragem de ter escrito um livro , sobre um assunto com tanto tabu na época , e também por toda sua garra e superação!

    ResponderExcluir
  4. Tenho uma admiração muito grande por você e por sua história , pois você lutou e encontrou motivos para viver , e nunca desistiu de lutar . Você é um grande exemplo , pra todas as pessoas ! Espero que sua história seja tão marcante na vida de todos os leitores , assim como foi na minha vida !

    ResponderExcluir
  5. Valéria, me emociona muito ler essa reportagem. Tive a oportunidade de ler seu livro quando morava no Brasil. Essa semana o encontrei aqui em Santiago (Chile) versão em espanhol e o comprei. Vou dar de presente a mãe de uma pessoa que amo muito e está passando por um período muito difícil por causa do HIV. Sua história é muito inspirado. Parabéns e muita saúde sempre!!

    ResponderExcluir
  6. Muito bom poder "reencontrar-te" aqui Valéria! seu livro está entre os meus preferidos, e foi o responsável pela minha postura crítica quanto aos portadores da AIDS! Quando li tinha 15 anos, hoje com 20, percebo ainda mais a importância de um livro como o seu! Parabéns!

    ResponderExcluir
  7. Olá, Valéria. É muito bom saber que você está viva e está bem. O seu livro é muito bom, interessante e surpreendente, porque mesmo com tudo o que você passou durante aquela época, você não desistiu de lutar e muito menos de viver. Você é, para mim, uma guerreira, porque teve a coragem de mostrar para todos o que passou e através de seu livro, vem ensinando que em relações sexuais, o uso de preservativos é muito importante. Espero que o seu livro ainda faça muito sucesso e ajude muitas pessoas que vivem com o mesmo problema ou até mesmo para evitá-lo. Um grande abraço e que Deus te abençoe!

    ResponderExcluir
  8. Olá, Valéria, como vai você? Impressionante como nos tornamos próximos de você após a leitura de DDV... Como a Carla, que escreveu mais acima, também sou professora e estou lendo seu livro com meus alunos. Gostaria de saber se há alguma possibilidade de você enviar uma mensagem a eles, escrita ou em audiovisual... Segue meu contatos para trocarmos mais figurinhas, se isso lhe for possível... Desde já, muito obrigada! Berenice.

    https://www.facebook.com/berenice.ferreira.96

    ResponderExcluir
  9. Valéria por favor escreva outro livro! Se você se reencontrou com o Leco, como foi sua vida depois do coquetel, se conversou com o Lucas, até sobre o Felipe rsrs

    ResponderExcluir